Como conciliar os estudos com a carreira de modelo?

A gaúcha Gabriele Alves é um bom exemplo de garota que, apesar de muito jovem, tem bastante sensatez ao enfrentar o dilema de estudar e trabalhar. Saber preservar o bom-senso, sem se deixar levar nem pelo glamour nem pelo medo, é qualidade importante na carreira de modelo. Ela priorizou os estudos, mas sem dispensar a oportunidade de contrato com uma agência.

É possível manter um equilíbrio entre uma agenda de modelo e um calendário letivo? Sim. Para isso, antes de tudo, é preciso ter duas qualidades básicas: determinação e organização. Esses atributos ajudarão você a pôr em prática algumas ações que contribuirão para transformar seu sonho em realidade. Confira 4 delas e siga em frente, seja qual for o perfil de carreira que queira trilhar!

1. Informe-se bem sobre as agências de modelos

A carreira de modelo começa cedo, normalmente em idade em que o jovem tem grande dificuldade em fazer certas análises sozinho. Converse com seus pais para que, juntos, avaliem a melhor agência. Algumas delas investem em acompanhamento dos contratados, dando-lhes suporte.

Pesquisas online, conversas com pessoas que já trabalharam para a agência, avaliação da estrutura física da empresa, atenção a perguntas e exigências de seus agentes — tudo isso contribui para evitar más empresas.

Representantes de boas agências não demonstram ansiedade para contratar pessoas, pressa em exigir assinaturas de contratos ou outras práticas dessa natureza. Além disso, estimulam o aprendizado, indicam cursos de aprimoramento, orientam, não obrigam ninguém a deixar a escola.

2. Organize bem seu calendário de atividades escolares

A contratação se concretizou? Nada de ficar sem rumo em meio a datas, deixar tarefas escolares para trás, perder pontos. Use o calendário de seu smartphone ou outro dispositivo móvel para estar sempre em sintonia com os compromissos.

Gravar áudios, fotografar elementos textuais ou gráficos de aulas ajudam a não perder de vista o conteúdo. Grupos em redes sociais são uma boa pedida para estar sempre up-to-date, em dia com cada exigência de professores e discutir questões e trabalhos.

Reservar horário de seu dia para estudar e fazer exercícios faz parte dessa organização. De nada adiantam anotações e alertas de celulares, se você não faz valer um dos dois atributos citados um pouco acima: determinação.

3. Fale de seu trabalho aos professores e avise sobre agenda

Professores, por mais diversos que sejam seus perfis, tendem a ser mais tolerantes quando recebem informação prévia. Desculpas causam problemas. Se necessário, seus pais devem reforçar os seus avisos.

Nessa época de muitos apelos pouco saudáveis é bom ver jovens comprometidos com atividades produtivas fora da escola. O que não é bom é deixar o estudo sempre em segundo plano.

4. Tente se organizar para não perder oportunidades

Nem todas as agências de modelos são iguais, como dito agorinha mesmo, logo ali na dica nº 1. As que são verdadeiramente sérias sabem que, principalmente ao trabalhar com menores de idade, não se deve comprometer a formação educacional. Até porque, corpo e estilo não são tudo nesse universo profissional. Conhecimento faz muita diferença.

Assim sendo, se em sua escola não há muita flexibilidade para negociar horários e disciplinas, nada como se manter atualizado com a ajuda de colegas ou trabalhos extras, fora do horário escolar, para compensar nos estudos. Trabalhos em locais distantes ou em outros estados poderão ser constantes e você precisa estar organizado para não perder essas oportunidades.

Além do depoimento de Gabriele, há muitos outros que podem servir de referencial para suas escolhas entre estudar e trabalhar. E temos muitas outras dicas também. Quer conferir? Assine nossa newsletter. Você verá que vale a pena!

Deixe um comentário