Como educar o seu filho quando ele fizer algo errado?

Educar não é uma tarefa fácil e essa missão se torna ainda mais desafiadora quando falamos de adolescentes.

Não há uma fórmula mágica de como educar filhos; no entanto, existem algumas práticas e regras que ajudam os pais nessa importante tarefa.

No post de hoje, vamos falar das alternativas que podem ser usadas pelos adultos para educar os seus filhos quando eles fizerem algo de errado.

Seja realista

Nós entendemos o amor que você sente pelo seu filho, porém, não caia na armadilha de pensar que os problemas são sempre os outros.

Evite idealizar e romantizar o adolescente que você tem em casa. É importante prestar atenção nas características dele e ter a consciência de que os nossos filhos também erram.

Seja uma figura de autoridade

À medida que os filhos vão crescendo, eles passam a ter uma vida sem os pais. Antes, a concorrência era apenas com os amigos da escola; agora, o espaço também é dividido com o celular e as redes sociais.

Essa independência gera insegurança tanto no pai quanto na mãe e, em muitas vezes, a solução encontrada é tentar se tornar aquele paizão ou aquela mãezona, superamigos da galera.

É claro que é importante ter uma relação amistosa entre pais e filhos, no entanto, deixe bem estabelecido quem é que impõe as regras e manda na casa. Os seus filhos precisam respeitar a sua autoridade.

Evite ceder a caprichos, birra e gritaria. Deixe claro que “não é não” e que os limites impostos têm os seus motivos. Veja abaixo como educar os filhos fazendo uso da conversa, bronca ou castigo.

Quando educar usando a conversa?

Tenha em mente que educar com liberdade não é a mesma coisa que educar sem limites e a sem noção do que é certo e errado.

Se o seu filho desobedeceu algum limite pela primeira vez, uma conversa franca explicando o motivo de tal ato ser errado, quais foram as consequências e por que desapontaram os pais é necessária.

É preciso que fiquem claros os motivos pelos quais existem regras e por que é necessário cumpri-las. Somente assim os pais desenvolverão o senso de disciplina e responsabilidade em seus filhos.

Quando educar usando a bronca?

Quando você já disse que não é permitido fazer alguma coisa, mas, mesmo assim, o seu filho insiste em desafiar a sua autoridade, está na hora de uma conversa mais firme: a conhecida bronca.

Para a bronca ser efetiva, evite os seguintes comportamentos:

  • explodir e gritar;

  • fazer ameaças apenas para ter o controle de um comportamento. Evite, principalmente, se você não pode ou pretende cumprir com essas ameaças;

  • sentir-se culpada. Lembre-se de que dar bronca faz parte de educar;

  • recompensar com comida, passeio ou qualquer outro presente. Isso só reforça a ideia de que descumprir as regras é algo vantajoso.

Quando educar usando castigo

Se você já conversou e já deu bronca, mas nada resolveu, está na hora de colocá-lo de castigo.

No entanto, para o castigo ser efetivo é importante que seu filho tenha relação com o erro cometido. Se sujou a cozinha, ele deve limpá-la. Se mentiu e foi para um lugar que não podia, vai ficar uma semana sem sair de casa.

É sempre bom ressaltar que o objetivo do castigo não é meramente a punição, mas sim educar, ensinar limites e ajudar no desenvolvimento dos nossos filhos. Para acertar nessa tarefa, siga as dicas abaixo:

  • explique os motivos do castigo;

  • aplique o castigo imediatamente;

  • seja firme;

  • nunca parta para a violência.

​Agora que você já sabe mais sobre a tarefa de educar filhos usando diversas táticas, assine nossa newsletter e fique por dentro de vários outros assuntos interessantes!

Deixe um comentário