Como encaminhar a carreira de modelo do meu filho?

Não há mãe no mundo que não se encante com as poses e fotografias do próprio filho. No entanto, em alguns casos, um sorriso apaixonante, a personalidade extrovertida e o prazer em posar para fotos pode indicar certa inclinação para a carreira de modelo. Engana-se quem pensa que é preciso esperar a criança se tornar adolescente para perseguir esse objetivo, caso seja de interesse dela, claro.

Se seu filho se encaixa nesse perfil e tem desejo de se ver em fotos profissionais ou mesmo nas passarelas, saiba, no post de hoje, como transformá-lo em um modelo infantil de sucesso!

Identifique o potencial do seu filho

O primeiro passo é identificar se a criança tem mesmo o que é preciso para entrar nesse universo: seja ela modelo fotográfico ou de passarela. Pode ser que ela seja bastante bonita, tenha carisma, mas não se sinta à vontade com pessoas desconhecidas interagindo e fazendo fotos dela. Lembre-se de que o interesse inicial deve partir do seu filho.

Um bom teste é tirar uma tarde para brincar de modelo com seu filho: troque figurinos, peça (ou induza) poses diferentes, chame algum amigo que goste de criança e de fotografia para fazer as fotos e perceba se o seu filho vai se empolgar ou se chatear com essa experiência.

Cadastre a criança em agências

Ao testar a vocação do seu filho com a dica acima, você poderá aproveitar para montar um primeiro álbum fotográfico, para divulgação nas agências. Com o auxílio da internet, pesquise tudo o que você puder sobre as agências mais próximas, buscando referências e dicas daquelas que são verdadeiramente confiáveis.

Lembre-se de que as agências são um intermediário entre seu filho e o cliente final, de modo que seu papel primordial é facilitar essa relação e não cobrar por serviços, sem garantia de trabalhos a serem efetivamente realizados pela criança.

Uma vez cadastrado, basta ficar de olho nas oportunidades e aguardar que seu filho seja selecionado para alguma peça publicitária ou divulgações e desfiles.

Não caia em armadilhas

De olho nos contratos

Ler o contrato, nesses casos, é de suma importância, bem como notar alguns pontos essenciais, como: a não obrigatoriedade na realização de algum trabalho, isento de multas, caso a criança acorde indisposta ou com sintomas que os pais julguem justificáveis para que ela falte a algum compromisso; as condições de trabalho, que devem levar em consideração intervalos para lanches e brincadeiras; as condições de direitos de imagem e de divulgação dela, entre outros pontos que prezam pelo bem-estar e direitos da criança.

Cuidado com as agências

Além disso, é bastante comum encontrarmos agências pouco confiáveis e nada sérias nesse ramo — principalmente as especializadas em crianças e adolescentes —, que cobram taxas altas para o cadastro ou mesmo para a realização de um book fotográfico impresso. Uma vez que este é um item essencial na carreira de modelo, é importante fazer um investimento que trará o devido retorno!

Confiança é a palavra-chave

Para evitar esses golpes, a melhor opção é ter uma pessoa que entenda do mercado e que seja de confiança, para auxiliar você e servir de ponte entre seu filho e as possíveis agências. Existem profissionais especializados em descobrir e encaminhar os potenciais modelos às agências adequadas: conte com essa ajuda!

A decisão de levar uma criança para esse caminho requer bastante cautela, afinal, você estará lidando com a exposição do seu filho que, na maioria das vezes, ainda não tem noção do que isso realmente significa. Mas, seguindo as dicas corretas e mantendo a atenção e a paciência para fazer tudo como deve ser, transformar o sonho do seu filho de iniciar uma carreira de modelo é possível!

Gostou das nossas dicas? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades!

22 comentários

  1. Rafaela santos 12 setembro, 2017 at 07:12 Responder

    Todas as agências que procurei cobram para cadastrar! Fiz um book e cadastro por uma agência de São Paulo e até hj não tive mais nem um retorno.

    • Dilson Stein 10 novembro, 2017 at 14:38 Responder

      Oi, Patricia!
      Tudo bem?

      Nos envie algumas fotos, para que possamos avaliar teu perfil.
      Você pode enviar para http://dilsonstein.com.br/fotos/ fotos de corpo, rosto e perfil, feitas em casa mesmo, sem qualquer tipo de edição ou maquiagem.
      Iremos avaliar e entraremos em contato.
      Um abraço!

    • Dilson Stein 11 dezembro, 2017 at 09:08 Responder

      Olá Ana Paula, temos algumas agencias parceiras espalhadas por todo o Brasil, gostaria de fazer uma avaliação online com nossa equipe?
      Para isso é só clicar no link: http://dilsonstein.com.br/envie_fotos.php preencher todos os campos que aparecerão e enviar tuas fotos (fotos naturais, feitas em casa mesmo) que devem ser sem edição ou acessórios como óculos e bonés.
      Iremos analisar e entraremos em contato.

      Grande abraço

  2. Jhone 22 dezembro, 2017 at 07:10 Responder

    Oi eu sou o jhone Leonardo tento 15 anos ,tenho 1.62 de altura e sou da cidade de sumare SP. Gostaria de uma oportunidade para de mostra o meu talento.

  3. Joyci silva 5 setembro, 2018 at 23:20 Responder

    Desde pequena sempre sonhei em ser modelo. Mas se eu não correr atrás do meu sonho nem outras pessoas vai correr por mim ,por isso espero que você me ajuda

  4. Jéssica Fátima 19 setembro, 2018 at 14:32 Responder

    Olá. Tenho uma filha de 2 anos e 5meses. Algumas agências de POA RS se interessaram no perfil dela. Mas por enquanto estou só avaliando preços. Como faço para mandar fotos para sua agência?
    Att. Jéssica

    • Dilson Stein 26 setembro, 2018 at 09:56 Responder

      Olá, tudo bem?
      Atualmente a idade para participar conosco é de 5-25 anos, pois nossas agências parceiras trabalham com essa idade. Mas use esse tempo para ela se preparar melhor, e assim que possível poderá participar conosco

Deixe um comentário