Desfiles conceituais e desfiles comerciais: entenda as diferenças

Você, com certeza, já deve ter se perguntando o motivo de alguns desfiles de moda exporem roupas que não são usáveis no dia a dia. A verdade é que aquelas peças não estão ali com finalidade comercial. Mas como assim?

Você já ouviu falar de desfiles conceituais e desfiles comerciais? Eles são bem diferentes um do outro e também têm finalidades distintas.

Portanto, se você ficou com a curiosidade aguçada e quer descobrir quais são essas diferenças, veja tudo no post a seguir!

O que são desfiles conceituais?

Como o próprio nome diz, um desfile conceitual tem como objetivo expor o conceito que levou o designer a desenvolver determinadas ideias e peças.

Esse tipo de desfile tem o objetivo de tornar a moda mais artística, social e procura chamar a atenção de pessoas que não serão clientes necessariamente, como críticos, jornalistas e influenciadores da área.

Portanto, o cenário desse tipo de desfile costuma ser ambientado, remetendo a uma ideia e cheio de elementos que vão além das roupas usuais.

O que são desfiles comerciais?

Ao contrário do desfile conceitual, a apresentação comercial tem o objetivo de chamar a atenção do cliente final, ou seja, aquele que vai comprar e usar as peças.

Nesse tipo de desfile, as passarelas expõem as cores, estilos, texturas, caimentos e outros aspectos que interessam para as pessoas que, de fato, vão colocar as roupas no armário.

Como reconhecer cada um deles?

Não é difícil diferenciar esses tipos de desfile. A moda conceitual costuma ser muito mais exagerada e fora do contexto das roupas que usamos no dia a dia. Vamos ver mais alguns pontos que tornam esses eventos muito diferentes.

Cenário

O cenário de um desfile conceitual costuma ser como um espetáculo, todo ambientado, com temas que remetem às ideias que devem ser transmitidas. A ousadia é fortemente trabalhada nesse caso e é comum que se explore aspectos que causam choque.

Já os desfiles comerciais têm como foco as peças, por isso, o cenário costuma ser clean para evitar distrações e não se perder do objetivo final.

Roupas

Como dissemos, as roupas de um desfile conceitual não são usáveis no dia a dia, elas têm padronagens diferentes do comum, em tamanhos exagerados e com detalhes ousados e excêntricos.

Já os desfiles comerciais exibem aquilo que você vai encontrar na loja, que também pode ser complementado com acessórios mais ousados ou apresentado de uma forma mais original, porém, sem exageros.

Maquiagem

Conceitualmente, as maquiagens também não são usáveis, mas, sim, artísticas. Podem transmitir uma ideia, sentimento, momento político, uma crítica e assim por diante.

Já o comercial se mantém menos ousado, mas tende a explorar bastante diferentes cores e propostas, já que essa é uma forma de apresentar uma coleção, colocando personalidade e diferenciação no desfile.

Mesmo sendo bem diferentes e tendo objetivos distintos, os desfiles conceituais e desfiles comerciais sempre andam juntos, uma vez que as pessoas também se apegam e compram os produtos de uma marca por aquilo que ela critica, enaltece e representa.

Os desfiles conceituais lançam muitos designers na mídia e garantem mais reconhecimento, então, essa também é uma estratégia de marketing que, vez ou outra, precisa ser usada como complemento dos objetivos comerciais.

Já que estamos falando de eventos de moda, que tal conhecer os 5 eventos mais importantes do mundo?

>> Se o seu sonho for ser modelo ou ator, clique aqui e descubra onde estaremos nos próximos dias.

Deixe um comentário