Entenda o que é taxa de agenciamento e quando ela é cobrada

A taxa de agenciamento é um assunto que gera muitas dúvidas em quem deseja investir na carreira de modelo. O que significa essa taxa? Ela deve ser cobrada ou não? Como funcionam os processos de contratação pelo intermédio das agências?

São muitas dúvidas relacionadas a esse tema, mas esse texto vai esclarecer tudo o que você precisa saber. Acompanhe!

Como funciona o processo de contratação?

Os produtores buscam uma agência que possa fornecer um casting de acordo com o objetivo do trabalho. Ou seja, é um serviço terceirizado. No caso, a agência faz o intermédio entre a demanda do cliente e os seus modelos.

A partir do briefing, a agência faz uma pré-seleção com os seus modelos e indica aqueles que estão dentro do perfil solicitado. Após a aprovação da produção, a agência é responsável por comunicar aos selecionados qual a mecânica do trabalho.

A agência tem função de informar ao contratante quais são os seus valores preestabelecidos de trabalho para formalizar o contrato. Quando o trabalho é finalizado, a produtora paga pelo serviço e a agência tem a responsabilidade de retirar o percentual que lhe é devido e repassar os cachês aos modelos.

Existem empresas que já cobram um percentual em cima de cada cachê na hora de assinar o contrato, não sendo necessária criar uma taxa de agenciamento. Esse percentual pode variar de 20% a 35% para garantir o lucro e cobrir gastos fixos e variáveis da empresa, como energia, aluguel, impostos e emissão de nota fiscal.

Mas há empresas que não incluem esse percentual no contrato e cobram dos modelos uma taxa para participarem de seu casting. Isso é aceitável ou é uma furada? Acompanhe o próximo tópico para descobrir.

Quais as vantagens e desvantagens da taxa de agenciamento?

Quando a empresa deixa todos esses detalhes claros e comprova que não cobrou pela taxa duas vezes (no contrato e com o modelo), é aceitável. Afinal, sozinho seria mais difícil conseguir trabalhos e as agências já têm uma relação de proximidade com os produtores. Isso pode ajudar no início da carreira do seu filho, quando ele ainda não é conhecido no mercado.

Por outro lado, a agência tem a garantia do pagamento, pois ele será realizado se qualquer um dos seus modelos indicados for escolhido. Já o modelo não tem essa garantia, ele só participará do trabalho e receberá o cachê se for escolhido pelo produtor. Por isso, existem profissionais contra a taxa e outros que concordam com ela.

A taxa de agenciamento só é válida quando há garantias de trabalhos para o modelo. E essas informações devem estar claras nas cláusulas de contrato da agência. Caso a empresa trabalhe a imagem de seus agenciados de modo exclusivo e informe ao modelo com transparência sobre esses trabalhos, a taxa também é válida.

Mas quando não há garantias de trabalhos e não fica claro se a empresa já incluiu os seus gastos no contrato com o cliente, cobrando a taxa duas vezes, deve-se repensar. Se a taxa não converter o valor investido em benefícios, como cursos de aperfeiçoamento ou material fotográfico, você sairá em desvantagem, pois estará pagando apenas para que seu filho participe de um casting, sem a certeza de que ele será selecionado para os trabalhos.

O importante é ter bom senso e saber administrar a carreira do seu filho com responsabilidade. Se optar por uma agência, procure por empresas que sejam reconhecidas no mercado, capacitadas para prestar toda a assistência necessária. Tenha em mente o objetivo de alavancar a carreira de modelo do seu filho, para que ele conquiste os melhores trabalhos. Por isso, seja criterioso e avalie todos os pontos antes de pagar por um agenciamento.

No geral, não há regras, a agência pode cobrar ou não a taxa de agenciamento. Existem aquelas que cobram e deixam isso explícito e outras que escondem essa informação. Mas há também agências que não cobram por essa taxa, como as que são parceiras da Dilson Stein New Models. Entre em contato conosco para saber mais sobre a nossa forma de trabalho e oportunidades para a sua carreira de modelo.

Deixe um comentário