Postura das crianças: entenda os cuidados para a carreira de modelo

Engana-se quem acha que se preocupar com a postura das crianças é apenas uma questão estética. Embora seja, sim, essencial para que elas possam modelar — uma vez que influencia diretamente a coordenação e a mobilidade delas —, esse é um assunto que vai além e mexe diretamente com a saúde delas.

Justamente por isso, requer diferentes cuidados para evitar problemas que afetem a qualidade de vida e o bem-estar. E é para falar sobre algumas das principais medidas e a importância de adotá-las na sua rotina familiar que preparamos este post especial. Acompanhe!

Evitar mochila pesada

Carregar uma mochila pesada é bastante incômodo, não é mesmo? Agora imagine fazer isso diariamente e o pior: quando o seu corpo ainda está se desenvolvendo. O resultado, como já é de imaginar, são dores frequentes (tanto nas costas quanto nos ombros) e, em casos mais graves, o desenvolvimento de escoliose e lordose.

Para evitar isso, o recomendado é jamais carregar além de 10% do próprio peso e sempre utilizar as duas alças da mochila para que a carga não fique concentrada em apenas um dos lados do corpo, causando, assim, desvios ou mesmo deformidades naquela área.

Redobrar a atenção ao usar celulares, tablets e afins

Pode reparar: ao usar celulares e tablets, por exemplo, a maioria das pessoas inclina a cabeça para baixo. Isso se torna ainda mais evidente com as crianças que dispõem de consoles e outros aparelhos portáteis em que acabam jogando e se entretendo por horas na mesma posição.

Acontece que essa postura incorreta ao longo do tempo pode contribuir para o surgimento de uma doença chamada hipercifose — que, popularmente, é conhecida como corcunda. Por esse motivo, o ideal é que elas sempre utilizem esse aparelho na altura dos olhos e não mais do que por alguns minutos durante o dia.

Nunca carregar peso maior que o do próprio corpo

Muitas crianças se arriscam em diversas situações colocando a própria saúde em risco. Dois exemplos bem nítidos são durante as brincadeiras com os amigos em que se tenta levantá-los com os braços ou quando tentam erguer móveis e outros utensílios domésticos que muitas vezes nem adultos conseguem.

Acontece que essas ações, por mais bobas que sejam, podem causar sérios danos físicos aos pequenos. Isso porque, ao exercer um forte peso sobre a coluna, é possível que uma ou mais vértebras saiam do lugar devido à pressão sofrida. Portanto, é preciso respeitar os limites do próprio corpo!

Sentar-se sempre com a coluna ereta

Seja por mau hábito, seja por desconhecimento, muitas crianças se acostumam a sentar de forma errada — isto é, com uma curvatura acentuada da coluna, ombros caídos e pernas cruzadas. E isso ocorre não apenas enquanto veem televisão, jogam videogame ou utilizam o computador.

Infelizmente, até em sala de aula é comum ver uma ou mais crianças nessa posição. Por isso, é tão importante a conscientização delas sobre os riscos envolvidos nessa má postura, uma vez que pode contribuir para o aumento da escoliose e da hipercifose. Portanto, sentar só se for com a coluna ereta!

Dormir preferencialmente de lado

Por fim, há um cuidado simples e que contribui para a postura das crianças, mas que muitos desconhecem. Trata-se da maneira em que elas dormem. Afinal de contas, deitar-se de lado, em especial o esquerdo, deixa a nossa coluna alinhada, a musculatura do corpo relaxada e não provoca tensão nas articulações.

De quebra, essa posição ainda melhora a digestão e aumenta a circulação sanguínea. Ou seja, além de trazer diversos benefícios, dormir de lado garante que os mais novos acordem mais dispostos e sem incômodos causados por dores.

Como você leu, cuidar da postura das crianças é importante tanto para a saúde delas quanto para garantir que tenham chances de brilhar no mercado da moda. Afinal, esse é um dos critérios mais avaliados tanto pelos clientes quanto pelo público. Por isso, não deixe de seguir nossas dicas!

E se você gostou de saber mais a respeito desse tema e quer conhecer mais sobre como iniciar a carreira de modelo do seu filho ou filha, não deixe de conferir qual é o momento ideal para fazer o primeiro book!

Deixe um comentário