Alimentos diet e light: entenda as diferenças e saiba como se cuidar

Se você quer seguir a carreira de modelo, certamente já sabe de cor e salteado que fazer refeições de forma balanceada e ter uma alimentação mais saudável — com cada vez mais frutas e legumes e menos produtos industrializados e processados — é fundamental para manter a saúde em dia e alcançar o físico desejado, certo? No entanto, é comum ver vários jovens que estão começando uma nova dieta não saberem ao certo a diferença entre alimentos diet e light.

Como resultado, muitos deles não alcançam o resultado esperado e acabam, inclusive, com alguma deficiência nutricional por conta da escolha errada de produtos no supermercado. Por esse motivo, vamos esclarecer o que é cada um e para quem os alimentos diet e light são destinados. Acompanhe!

Alimentos light

Os alimentos light são aqueles que reduzem em 1/4 a quantidade de um ou mais nutrientes, geralmente os açúcares e as gorduras — e, consequentemente, têm menos calorias. É importante ressaltar que qualquer um pode consumi-los sem restrição, mas é preciso estar atento porque essa diminuição de um ou outro componente não significa que eles são a escolha mais saudável, ok?

É possível que, para manter e diferenciar o sabor do produto, a empresa aumente o percentual de outros ingredientes, como sódio, corantes, conservantes etc. Portanto, é essencial analisar o rótulo da embalagem e comparar esses produtos à versão tradicional, para saber se, de fato, cumprem com o que anunciam.

Alimentos diet

Os alimentos diet são aqueles fabricados sem um componente, que pode ser o açúcar, o sódio ou alguma gordura, por exemplo. Isso acontece porque eles são destinados às pessoas que têm alguma doença, como diabetes e hipertensão, e precisam evitar o consumo de determinado elemento para não agravar o quadro de saúde e ter um aumento na intensidade dos sintomas.

Alimentos diet e light versus alimentos orgânicos

“Se eu não devo consumir alimentos diet, exceto quando tiver uma doença crônica, e alguns dos produtos light não são tão saudáveis como prometem, o que devo comprar para consumir?”, você deve estar se questionando — e com razão.

Saiba que, nessa situação, é uma boa ideia adquirir aqueles alimentos rotulados como orgânicos, que têm se tornado cada vez mais conhecidos e populares.

Afinal de contas, os ingredientes são menos processados e livres de uso de aditivos químicos, como corantes, conservantes, aromatizantes, estabilizantes, acidulantes e afins — que não só alteram o gosto e o sabor da comida, como também são capazes de provocar reações alérgicas.

Agora que você já sabe a diferença entre alimentos diet e light, não há mais desculpas para comprar produtos errados ou deixar de lado os orgânicos, certo? Por isso, atente-se ao frequentar os supermercados e lembre-se que para ter uma dieta que realmente atenda às suas necessidades, é de suma importância contar com um acompanhamento nutricional!

Se você gostou deste post, aproveite para conferir quais são as atividades físicas mais recomendadas para adolescentes e comece já a praticá-las!

2 comentários

Deixe um comentário