Conheça os 4 principais cuidados com criança no frio

As águas de março estão fechando o verão e fazendo os edredons saírem dos armários. Mas, apesar da sensação de aconchego que esse clima traz, quem tem filho sabe que temperaturas mais frias propiciam o aparecimento de algumas doenças nas crianças, principalmente nas mais novinhas.

Foi pensando nisso que resolvemos reunir, neste artigo, os 4 principais cuidados com criança no frio, explicando aos pais as doenças mais comuns e como proteger os pequenos. Ficou curioso? Então continue a leitura!

Por que é preciso redobrar o cuidado em épocas frias?

Pediatras de todo o mundo são unânimes ao afirmarem que a época em que seus consultórios ficam mais cheios é realmente durante o outono e inverno. A explicação é simples: a diminuição da umidade relativa do ar leva à suspensão das partículas, favorecendo a contaminação ambiental (principalmente por conta dos ambientes fechados).

O aumento da poluição do ar típico dessas estações também contribui para o aparecimento de doenças respiratórias, tanto de origem inflamatória quanto alérgica.

Por que as crianças são mais afetadas?

O sistema imunológico das crianças ainda está em formação, o que quer dizer que ele ainda não consegue protegê-las completamente dos microrganismos que provocam algumas doenças, além de elas precisarem de um tempo de adaptação maior em relação às oscilações da estação.

Quais são as doenças típicas do outono e inverno?

Infecção pulmonares e de vias aéreas provocadas por vírus (as famosas gripes) são as mais comuns em crianças nessa época. Em geral, não causam complicações, mas em alguns casos podem evoluir para a pneumonia, necessitando de auxílio médico imediato com possibilidade de internação hospitalar.

Outra patologia típica das estações mais frias é a rinite, que pode ser tanto alérgica (devido à poluição, pó acumulado, pelos de animais etc.) quanto viral. Os principais sintomas são a secreção e congestão nasal, além de poder haver febre baixa ou tosse, se a rinite tiver sido causada por um vírus.

4 principais cuidados que os pais devem ter com as crianças no frio

Como mencionado acima, algumas doenças podem até ser típicas de inverno, mas não quer dizer que não possam ser evitadas. Confira abaixo algumas precauções essenciais para manter os pequenos saudáveis!

1. Vacinação em dia

Parece óbvio, mas muitos pais ainda são resistentes à imunização dos filhos contra os microrganismos nocivos à saúde. No caso da gripe, por exemplo, o recomendado é que todas as crianças entre seis meses e cinco anos sejam vacinadas anualmente.

2. Aleitamento materno

O leite da mãe é rico em anticorpos que ajudam a proteger o bebê contra agentes infecciosos e a formar seu sistema imunológico. Por isso, o Ministério da Saúde recomenda que a única fonte de alimentação de crianças até os seis meses de idade seja a do leite materno.

3. Umidificadores

No inverno, o ar fica mais seco, fazendo com que as vias aéreas das crianças produzam mais secreção. Os umidificadores podem normalizar a umidade do ar e melhorar sua qualidade.

4. Casa limpa e arejada

Por mais fria que a temperatura esteja, é importante deixar o ar circular abrindo as portas e janelas da casa para evitar a proliferação de doenças. Além disso, quem tem filhos pequenos precisa deixar os ambientes sempre aspirados e livres de poeira.

Como visto, as épocas mais frias podem realmente trazer mais doenças para as crianças, mas, com adoção dos hábitos citados acima, é totalmente possível aproveitar o inverno com os pequenos com passeios a parques, montanhas, fazendas etc.

E então, gostou das dicas de cuidados com criança no frio? Aproveite a visita e veja dicas de como alimentar seu filho corretamente!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.