Entenda como ajudar seu filho a ser um youtuber mirim

O que começou, há alguns anos, como uma brincadeira, se transformou em uma carreira promissora: gravar vídeos para o YouTube já é a principal fonte de renda de muita gente, e quem alcança o sucesso pode até mesmo virar uma estrela.

Com o aprimoramento da carreira, alguns pais perceberam que havia espaço para que uma criança pudesse se tornar um youtuber mirim, o que abriu oportunidades para quem quer seguir a carreira artística desde cedo.

Seu filho já se interessou por gravar vídeos para o YouTube e se tornar um youtuber mirim? Então descubra como você pode ajudá-lo: confira as dicas especiais que reunimos nesse post!

Tenha uma conversa com a criança

Qualquer pessoa pode gravar vídeos para a internet, sem nenhum critério ou compromisso. Mas, para transformar isso em uma carreira de sucesso, é necessário que haja comprometimento, assim como em qualquer outra profissão.

É importante conversar com a criança, tentar entender os motivos que fazem com que ela queira se tornar youtuber, explicar que seguidores e ganhos financeiros não vêm da noite para o dia. É preciso estabelecer um paralelo em que a criança possa se divertir enquanto trabalha no projeto.

Faça um planejamento antes de começar

Para ter sucesso nesse trabalho, é preciso se planejar. Tudo deve ser feito de forma natural, mas seguindo um plano, afinal, quem não sabe aonde quer chegar tem menos chances de se estabelecer.

Decida — junto com a criança — qual será o foco do canal, quais assuntos serão discutidos nos vídeos e que tipo de pessoa pretende atingir. Estabeleça metas de curtidas e inscritos e crie um guia para que vocês possam começar o trabalho.

Monitore os conteúdos de perto

As crianças de hoje são muito independentes, capazes de gravar vídeos e postar sem a ajuda de um adulto. Porém, quando o assunto é internet, é preciso acompanhar de perto o que elas estão fazendo. Por isso, esteja presente nas gravações, faça as edições necessárias, poste, tenha as senhas de acesso, monitore comentários e mensagens privadas.

Também é muito importante criar um roteiro de gravações, evitando que a criança revele detalhes pessoais de sua rotina, como a escola onde estuda, o bairro que mora, nome de familiares e outras informações da vida pessoal.

Deixe a criança ser ela mesma

Como adultos, nós sabemos o que fazer e o que não fazer para tornar um conteúdo mais interessante ou até mesmo mais adequado. Porém, não é recomendado que você influencie a criança a fazer coisas que não são naturais para ela.

Falar de um jeito específico, fazer piadas, dançar, cantar ou qualquer comportamento que não seja natural atrapalha a criança e o canal. O que pode ser feito para tornar o pequeno mais espontâneo são cursos de interpretação, esportes, dança e assim por diante.

Esteja ciente dos riscos da profissão

A internet é um lugar cheio de oportunidades e maravilhas, mas pode se transformar em um ambiente hostil em uma fração de segundos. Quem escolhe se expor, mesmo sendo uma criança, precisa se preparar para receber críticas e julgamentos, o que não é fácil até mesmo para um adulto.

É preciso conversar muito com a criança sobre autoestima, tentar bloquear alguns tipos de comentários e evitar expor situações muito pessoais ou que possam vir a ser constrangedoras.

Os memes podem popularizar o canal, mas não é legal quando se tornam motivo de piada nos círculos que a criança frequenta. É preciso ter muito cuidado para não atingir a autoestima do pequeno nessa fase.

Para seu filho se tornar um youtuber mirim, não existem muitos segredos. É preciso auxiliar a carreira da criança da melhor forma possível, contando até mesmo com a ajuda de profissionais especializados para aumentar as chances de sucesso e diminuir o tempo de retorno.

Estude bem a área, visite blogs especializados e procure profissionais confiáveis para administrar a carreira do seu filho!

E já que a nossa dica número um, para ter sucesso na carreira artística, é estudar muito, descubra como a carreira de modelo pode dar um futuro promissor ao seu filho!

 

Deixe um comentário